Caso do ônibus: mulher passa mal em depoimento e médico é chamado

Mulher que esteve na PC seria filha dos donos da empresa (Kátia Passos/O Popular)

A filha dos donos da empresa Localima, esteve na sede da Polícia Civil de João Monlevade, nesta tarde (7), para prestar esclarecimentos sobre o acidente envolvendo o ônibus da empresa.

Ela teria passado mal e precisou de atendimento médico. “Um médico que atua na polícia foi chamado às presas para avaliar o quadro clínico dela”, disse uma fonte à reportagem do site O Popular.

O acidente com o ônibus da Localima aconteceu na BR-381, próximo a João Monlevade. O ônibus saiu de Santa Cruz do Deserto, povoado de Mata Grande, no estado de Alagoas, com destino a São Paulo.

Além de representantes da empresa, a Polícia Civil também colheu depoimentos do motorista do veículo. Agora, é esperada uma coletiva de imprensa para mais detalhes do caso.

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui