Foto: Divulgação

Os números da dengue não para de aumentar em João Monlevade. Em 2019, até o momento são 55 casos prováveis (casos confirmados + suspeitos) da doença, segundo levantamento divulgado neste início de semana pela Secretaria de Estado da Saúde do Estado (SES/MG).

Apesar da Secretaria Municipal de Saúde afirmar o registro de uma morte por dengue em  João Monlevade neste ano, a SES não confirma o dado. Segundo o órgão estadual,  até o momento, foram confirmados 14 óbitos por dengue dos municípios Arcos (1), Betim (6), Frutal (1), Ibirité (1), Paracatu (1), Uberlândia (2) e Unaí (2). Outras  48 mortes estão em investigação para dengue.

Em relação à Zika, João Monlevade registrou um caso provável em 2019. Já em relação à Febre Chikungunya não há registro.

Ainda conforme dados divulgados pela SES/MG, é esperado um registro maior de casos de dengue, zika e Chikungunya para este período (meses quentes e chuvosos) devido à sazonalidade da doença. Dessa forma, o estado está em situação de alerta para esse aumento no número de casos das doenças transmitidas pelo Aedes (dengue, chikungunya e zika).

A SES-MG destaca que as ações de controle da Dengue, Zika e Chikungunya são permanentes, ocorrendo durante todo o ano.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui