Até esta segunda-feira (25), o município de João Monlevade, conforme boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), registrou 140 casos prováveis de dengue. Cinco a mais do que os números divulgados no informe do dia 18 de maio.

Em relação à Febre Chikungunya, o boletim divulgado nesta semana reafirma o registrado de três casos prováveis da doença em 2020 em João Monlevade. Já em relação à Zika, a doença permanece silenciosa.

Em todo o estado de Minas Gerais, os registros de suspeitas de dengue apontam 71.617 casos. Seis pessoas morreram nas cidades de: Alfenas, Medina, Guaxupé, Itinga, Carneirinho e Raposos. Outros 34 óbitos permanecem em investigação.

Há 1.463 casos prováveis de Febre Chikungunya e um óbito em investigação no município de Campo Belo. Já em relação à Zika, em 2020 foram registrados 347 casos prováveis, sendo 38 em gestantes.

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui