Cemig vai atrás de “gatos” e devedores

Cidadãos mineiros inadimplentes com a Cemig têm pouco tempo para regularizar a situação. A companhia fará, na primeira semana de setembro, um mutirão para inspecionar imóveis de pessoas e empresas com pagamentos atrasados e, ainda, de combate às ligações clandestinas, popularmente conhecidas como “gatos”.

De acordo com a empresa, as primeiras inspeções serão feitas nas cidades de Belo Horizonte, Montes Claros, Pouso Alegre, Nova Serrana, Jaíba, Betim, Teófilo Otoni e Ipatinga. Na próxima semana, será a vez de Conselheiro Lafaiete, Araxá, Unaí, Curvelo, Januária, Uberaba e Contagem receberem inspeções, além da capital onde os trabalhos continuarão.

Os mutirões de combate a irregularidades acontecem, de acordo com o superintendente da Cemig, Helton Diniz Ferreira, para tentar diminuir o prejuízo causado por elas, que, segundo ele, pode representar um aumento de 5% na conta de energia dos usuários adimplentes. “De janeiro a julho deste ano, a Cemig realizou cerca mais de 100 mil inspeções em todo o estado e descobriu cerca de 50 mil irregularidades”, afirmou.

Os clientes pegos com ligações irregulares estão sujeitos às penalidades o artigo 155 do Código Penal, que prevê multa e pena de um a oito anos de reclusão, além da obrigação de ressarcir toda a energia furtada não faturada retroativa aos 36 meses anteriores.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui