O chefe do comitê organizador da Olimpíada Tóquio 2020 não descartou um cancelamento de última hora do evento, que começa na sexta-feira (23).

O anúncio foi feito durante uma entrevista coletiva na manhã desta terça-feira (20).

Indagado se os Jogos ainda podem ser cancelados em meio à alta nos casos de Covid-19, Toshiro Muto disse que se manterá atento ao número de infecções pelo novo coronavírus e manterá discussões com os organizadores se necessário.

“Nós concordamos que vamos convocar conversas entre cinco partes novamente. Nesse momento, os casos de coronavírus podem aumentar ou diminuir, então vamos pensar sobre o que devemos fazer quando a situação surgir”, disse ele.

Ontem (19), dois atletas, um deles da equipe de vôlei de praia da República Tcheca e outro, uma ginasta, dos Estados Unidos. Com isso sobe para cinco o número de atletas infectados nos jogos olímpicos 2021.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui