Cohab e Prefeitura poderão construir 60 apartamentos no bairro Sion

Unidades habitacionais que serão construídas na cidade mineira de Arceburgo (Ilustração)

A Companhia de Habitação de Minas Gerais (Cohab Minas) e a Prefeitura de João Monlevade estão fazendo uma pesquisa de demanda habitacional, com o objetivo de apurar e demonstrar o perfil do público interessado em adquirir, em condições facilitadas, um apartamento, sem entrada e com prestações com o valor de, no máximo, 30% (trinta por cento) da renda familiar.

Nesta parceria, assim que concretizado o projeto, a Prefeitura deverá entrar com o terreno e a Cohab Minas deverá construir 60 (sessenta) apartamentos, no bairro Sion.

Quem tiver interesse, deverá preencher um questionário de pesquisa no Setor de Habitação da Secretaria Municipal de Obras da Prefeitura de João Monlevade, até o dia 14 de julho de 2017.

Segundo a prefeita Simone Carvalho Moreira (PSDB), não se trata de cadastro de venda e, sim, de uma pesquisa para saber quantas pessoas querem comprar um apartamento financiado, sem entrada e com prestações no valor máximo de 30% (trinta por cento) da renda familiar.

Segundo a prefeita, vale frisar que a pesquisa não dá direito imediato à compra do apartamento. “É para saber o número de pessoas interessadas”, ressaltou.

Ainda de acordo com a Prefeita, se o projeto for concretizado, será feito um cadastro para selecionar os compradores que ainda não têm casa própria e se enquadrem nas condições exigidas pelo referido programa.

Publicidade

1 COMENTÁRIO

  1. Iniciativa ótima a construção do empreendimento. No entanto, um formulário presencial para levantar a demanda por moradia própria é uma perda de tempo e de dinheiro, retrato da ineficiência dos orgãos públicos municipais que refletem em maior monta os federais. Em tempos de internet pulverizada, não totalmente popular, uma iniciativa que tem enorme demanda como moradia própria poderia simplesmente já abrir o cadastro para interessados. Mas não, melhor burocratizar e depois escolher a dedo os(as) contemplados(as).

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui