Colombianos são presos suspeitos de prática de agiotagem em Monlevade e Itabira

A Polícia Militar após diversos levantamentos realizados e, claro, sempre contando com as denúncias anônimas realizadas pela população, conseguiu chegar a três acusados que estavam praticando agiotagem, e possível associação ao tráfico de drogas em Itabira.

Anúncios

De posse de mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça, os militares sargentos Duarte, Domingos, cabo Antônio Claudio e soldado Barbara, foram até a residência localizada na rua Saturno no bairro Villa Amélia, onde resultou na prisão de três, suspeitos de 24 anos, 21 e 23 anos, além de uma quarta pessoa de 24 anos qualificada na ocorrência.

Continue lendo após o anúncio

Durante as buscas realizadas na residência os militares encontraram a quantia de R$ 7.857 de dinheiro, vários cartões magnéticos de possíveis vítimas, três buchas de maconha, vários aparelhos e objetos de procedência duvidosa, como TVs, relógios, vídeo games, seis celulares, um cachimbo usado para fumar drogas e um tipo de contabilidade da agiotagem.

De acordo com os militares os colombianos estariam emprestando dinheiro a juros abusivos, de tal forma que as vítimas não teriam como realizar os devidos pagamentos e quando iam realizar as cobranças agiam com violência e ameaças as pessoas.

Os militares constataram que os colombianos estavam a cerca de dois anos atuando em Itabira e João Monlevade. A polícia investiga se a quadrilha possui mais pessoas envolvidas e outras cidade de atuação também.

Foi verificado que eles são naturais das cidades de Medelim e Pereira na Colômbia.

Fonte: Atila Lemos

Anúncios
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui