Comissão de Saúde aponta abandono de equipamentos no PA

Materiais apodrecem em espaço ocioso

Os vereadores Belmar Diniz (PT), Carlos Roberto Lopez (pastor Carlinhos –PMDB) e Revetrie Teixeira (PMDB), integrantes da Comissão de Saúde da Câmara de João Monlevade, estiveram na manhã da última terça-feira (2), visitando repartições no antigo prédio do Pronto Atendimento (PA). O que encontraram no local foram dezenas de equipamentos abandonados e que poderiam ser usados em outros setores da saúde.

Agora, a intenção da Comissão de Saúde é preparar um dossiê sobre a questão e encaminhar o documento para a Secretaria de Saúde municipal e para a Gerência Regional de Saúde (GRS). O principal questionamento dos vereadores é o que será feito do espaço ocioso no Pronto Atendimento e também a destinação dos materiais que estão lá.

Segundo Belmar Diniz, a Comissão fez o registro fotográfico de várias irregularidades e dos equipamentos. “No local tem materiais de esporte como colchonetes misturados a macas e balança. Localizamos no prédio também arquivos e até resultado de exames de pacientes, além de material de construção que não foi reaproveitado e alguns estragando como no-break e partes do elevador, como o motor”, pontuou o parlamentar.

Na época da unificação dos serviços de urgência e emergência entre a PA e o Hospital Margarida, alguns equipamentos do Pronto Atendimento chegaram a ser levados para o hospital.

O antigo PA está fechado desde o final de 2015 e cerca de R$ 22 milhões foram gastos para adaptação do prédio, que em projeto inicial seria um hospital municipal.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui