Conselheiro José Alves

A Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG) emitiu parecer prévio pela rejeição das contas de 2015 do ex-prefeito de Barão de Cocais, Armando Verdolin Brandão. O conselheiro Wanderley Ávila e o conselheiro substituto Hamilton Coelho acompanharam o voto do relator, conselheiro José Alves Viana.

Conforme o voto do relator foi aberto Créditos Adicionais no valor de R$ 275.933,87 sem recursos disponíveis, sendo R$ 195.135,04 por excesso de arrecadação e R$ 80.798,83 por superávit financeiro, o que contraria legislação federal. Segundo o conselheiro José Alves Viana, ficou constatado que o “descumprimento do disposto na lei comprometeu o equilíbrio da execução orçamentária”.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui