Coreia do Norte afirma que sanções dos EUA contra Kim Jong-un são declaração de guerra

A Coreia do Norte afirmou que as novas sanções impostas contra Kim Jong-un pelos Estados Unidos representam uma “declaração de guerra”, e prometeu tomar fortes medidas em represália – na quarta-feira, os EUA anunciaram sanções econômicas contra o ditador norte-coreano e outras dez pessoas do país por violações dos direitos humanos.

A decisão dos Estados Unidos constitui “o ato mais hostil” e uma “aberta declaração de guerra” contra a Coreia do Norte, afirmou o ministro norte-coreano das Relações Exteriores, em um comunicado difundido pela agência de notícias oficial do regime.

Anúncios
Continue lendo após o anúncio

Ao impor as sanções, que consistem no congelamento das propriedades que Kim Jong-un e outros dez norte-coreanos possam ter sob jurisdição americana e na proibição aos cidadãos americanos de realizarem transações financeiras com eles, as autoridades americanas visam pressionar o regime norte-coreano e enfraquecer seu acesso ao sistema financeiro mundial.

(Com AFP)

Anúncios
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui