A operação correu na manhã desta quinta-feira, e deve ocorrer com mais frequência nos próximos dias

A pandemia de coronavírus (Covid-19) tem preocupado a população, que iniciou uma corrida pelas farmácias e supermercados da região em busca produtos básicos de higiene como álcool em gel, sabonete, papel higiênico, papel toalha e alimentos como arroz, feijão, macarrão, temperos, dentre outros.

Com o aumento da procura e prateleiras, muitas das vezes vazias, os consumidores relatam dificuldades para encontrar alguns produtos, como o álcool em gel. Quando encontram, o preço geralmente está bem acima do valor praticado antes do coronavírus.

Visando conter o aumento abusivo desses produtos a Polícia Civil de Alvinópolis realizou na manhã dessa quinta-feira (26) uma operação na cidade onde foram visitados diversos supermercados e farmácias, para coibir praticas abusivas por parte de comerciantes desses setores. Foram realizadas pesquisas de preços e estoques, principalmente do álcool em gel para confirmar se não há estoques para serem colocados à venda com preços exorbitantes, quando a pandemia estiver no pico mais elevado conforme já anunciado pelas autoridades de saúde do Estado e do País.

A operação é coordenada pelo delegado Alex Dalton de Souza. Segundo o delegado a medida visa coibir praticas nocivas contra os consumidores. “Tendo em vista esta situação complicada que passa o país na área da saúde, estamos dando uma atenção e proteção devida à comunidade de Alvinópolis. A Lei 1521/51 dos crimes contra a economia popular veda a prática de aumentos abusivos de preços. Estamos atentos à essa situação e, juntamente com os investigadores, visitamos nesta manhã diversos comércios, orientando comerciantes a não praticarem tal ato”, disse o delegado.

Nenhum comerciante foi notificado até o momento, apenas orientados pelos policiais.

Ainda segundo Alex Dalton, a operação será estendida também para as cidades de Dom Silvério e Sem Peixe.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui