Corpo de homem é encontrado sem o coração e esquartejado

Vítima, que é natural de Itabira, foi morta por primos adolescentes. Suspeitos foram apreendidos

Homem foi morto dentro de uma casa (foto: Washington Bonifácio / TV Alterosa)

Dois adolescentes, um de 15 anos e outro de 16 são os principais suspeitos de terem matado, esquartejado, decapitado e arrancado o coração de Noé Rosa da Cruz, de 47 anos. A vítima era natural de Itabira e foi morta dentro de uma casa no bairro Palmeiras, na cidade de Governador Valadares.

O crime aconteceu na noite desta segunda-feira (17) e, segundo a polícia, foi o adolescente de 15 que acionou os militares. Quando a equipe chegou ao local, encontrou os dois suspeitos, que são primos, gargalhando do lado de fora da casa.

Dentro da residência estava o corpo de Noé sem cabeça e aparentemente sem o coração. A informação é do sargento Romílson Vieira, responsável por atender a ocorrência.

Ainda segundo o sargento, a motivação para o crime teria sido uma rixa entre a vítima e os dois primos. Testemunhas teriam informado à polícia que a vítima teria agredido fisicamente um dos adolescentes no início deste mês, e que ainda teria acusado o outro adolescente de futro, motivo pelo qual os dois menores quiseram se vingar de Noé.

“De acordo com o próprio menor [que acionou a polícia], ele teria brigado com a vítima, que havia sacado uma faca pra ele. Mas ele alega que já teria perdoado. Mas com os relatos das testemunhas, nós conversamos com os dois, que começaram a ficar nervosos, por isso resolvemos levá-los para a delegacia, para esclarecimentos”, contou o sargento Vieira.

Durante depoimento na presença da mãe, um dos adolescentes confessou que eles decidiram matar Noé, e ainda indicaram a localização da cabeça da vítima.

A polícia disse ainda que as testemunhas contaram que Noé Rosa da Cruz era um homem conhecido na região por seu comportamento violento. O homem tinha duas passagens por crimes de menor potencial ofensivo, disse a polícia.

Com informações G1.

Publicidade

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui