O editor-chefe e apresentador do MGTV 1ª edição teve uma parada cardiorrespiratória e morreu nesta segunda-feira (24) em Portugal

O corpo do jornalista Artur Almeida, 57 anos, foi liberado na manhã desta quarta-feira (26) pelo Instituto Médico Legal em Lisboa, em Portugal, onde ele passava férias com a mulher e uma das três filhas, e morreu na última segunda-feira (2).

Ainda não foi definida a data de embarque do corpo para Belo Horizonte, onde será velado e enterrado. De acordo com a família, Artur se sentiu mal, foi socorrido, mas teve uma parada cardiorrespiratória e morreu na ambulância, a caminho do hospital. A causa ainda não foi divulgada pelo IML.

Ele era editor-chefe e apresentador do MGTV 1ª edição, e trabalhava na TV Globo Minas há mais de 20 anos. (G1).

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui