Com a greve dos caminhoneiros, transportadores de combustíveis em Minas Gerais, deflagrada ontem em todo o Estado, em alguns postos da cidade os estoques de etanol, gasolina  e diesel já estão quase no final.

Desde o início da manhã, longas filas de veículos se formaram nas imediações das bombas de abastecimento  em busca de combustível. Em alguns postos de João Monlevade já falta gasolina e muitos motoristas estão optando pelo etanol.

A greve dos tranqueiros teve início na tarde de ontem após assembleia. Eles pedem a redução do ICMS.

Segundo o presidente do Sindtanque, sindicato da categoria, a greve é por tempo indeterminado.

Em João Monlevade a gasolina é vendida a R$ 5,44 e o álcool R$ 3,94 o litro, na maioria dos postos.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui