Crea-MG reúne lideranças da engenharia da Região Central de Minas

cidade de Ipatinga recebe encontro promovido pelo Conselho para integrar e aproximar profissionais, inspetores, entidades de classe, instituições de ensino e representantes do poder público.

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-MG) iniciou, na última semana de setembro de 2019, mais uma série de ações no interior do estado. A terceira Reunião Regional entre as sete previstas para todas as regiões de Minas será realizada em Ipatinga, no próximo dia 09 de outubro de 2019. O objetivo é integrar e aproximar profissionais, inspetores, entidades de classe, instituições de ensino e representantes do poder público das cidades de Governador Valadares, Caratinga, Ipatinga, Almenara, Itabira, Aimorés, Araçuaí, João Monlevade, Manhuaçu, Nanuque, Teófilo Otoni e Barão de Cocais, que compõem a Região Leste do Crea-MG. Já foram realizados encontros nos municípios de Curvelo e Divinópolis.

Para o presidente do Crea-MG, engenheiro civil Lucio Borges, a realização das reuniões no interior reforça o compromisso do Conselho em estar presente onde há atuação dos profissionais da engenharia, da agronomia e das geociências. “Nossas atividades não estão concentradas em um só local. Elas estão distribuídas pelo estado e por isso precisamos estar presentes em todas as regiões e ouvir os profissionais”, destacou.

Além de detalhar a fiscalização, os projetos, o papel e a estrutura do Crea-MG, as reuniões também são uma oportunidade para divulgar a Frente Parlamentar em Defesa da Engenharia, da Infraestrutura, do Desenvolvimento e dos Profissionais do Setor, instalada, em setembro deste ano, pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), e marcar o posicionamento contra a PEC 108/2019, que acaba com a obrigatoriedade da inscrição dos profissionais nos conselhos e transforma a natureza jurídica deles. Isto é, deixam de ser públicos para se tornarem privados, o que inviabiliza uma de suas principais atividades, que é a fiscalização.

Ponte Digital

Um dos projetos detalhados durante o encontro será a implantação do Ponte Digital, que vai agregar tecnologia, gestão e desenvolvimento interno. “As mudanças são pelo bem do Crea-MG, dos profissionais que dependem da nossa atividade e pelo bem da sociedade, que dá o sentido verdadeiro da nossa função pública”, explicou o superintendente de Relações Institucionais do Crea-MG, engenheiro civil Jean Marcus Ribeiro.

Uma das principais mudanças é a implantação de uma solução que unifica 17 sistemas utilizados internamente pelo Crea-MG, uma plataforma que já é utilizada por outros 14 Creas. Com ela, o Conselho vai ampliar sua capacidade de atendimento, de forma ágil e eficaz, facilitando a vida dos profissionais e da sociedade.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui