Dados da Ufop mostram tendência de aumento de casos de Covid-19 em Monlevade

O município de João Monlevade está entre as cidades mineiras monitoradas pelo Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus, criado pela Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop). Os últimos dados divulgados pelo grupo de estudo apontam tendência de aumento no número de casos da Covid-19 na cidade. Apenas Itabirito, na Região Central de Minas Gerais, se manteve estável no dia 20 de novembro em relação há 14 dias atrás.

O monitoramento, iniciado no dia 23 de julho, acompanha a situação dos municípios de origem da maioria dos alunos da universidade. A ação pretende ajudar a definir requisitos para o retorno das aulas presenciais. No momento, elas são ministradas on-line.

O professor da Escola de Medicina da Ufop e integrante do comitê, Allan Calsavara, explica que a alta nos indicadores de avanço da Covid-19 é volátil, podendo mudar em poucos dias. O relaxamento no isolamento também é apontado no estudo.

“São dados variáveis, mas mostram um certo relaxamento. A pandemia não acabou. O vírus ainda circula e só teremos mesmo uma segurança plena com a chegada de uma vacina”, disse o professor.

Além de João Monlevade, outras cidades da região seguem avaliadas pelo Comitê da Ufop. São elas: Barão de Cocais, Ipatinga, Itabira e Santa Bárbara.

Números em Monlevade

De acordo com boletim divulgado neste domingo (22) pela Secretaria Municipal de Saúde, o número de casos confirmados de coronavírus chega a 1.760 em João Monlevade. Já as mortes atingiram 16 pessoas e um caso segue em investigação.

Dados da Ufop mostram tendência de aumento de casos de Covid-19 em 19 das 20 cidades pesquisadas — Foto: Ufop/Divulgação
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui