DAE culpa Cemig pela falta de água em João Monlevade

Mais uma vez a cidade está sem o abastecimento de água

João Monlevade está com  o abastecimento de água interrompido pelo menos há dois dias devido aos constantes picos de energia elétrica na rede da Cemig. Por conta disso, o diretor do Departamento de Água e Esgoto (DAE), Cleres Roberto, culpa a empresa pela falta de água na cidade.

Cleres explicou que O DAE está impedido de abastecer a cidade em função da falta de energia. Segundo ele, na Estação de Tratamento de água (ETA), que fica no bairro Nova Cachoeirinha, a energia elétrica foi cortada na última quarta-feira, dia 7, às19h, e retomada às 9h de ontem, dia 8. Durante o dia, foram registrados  nove picos de interrupção de energia  e por volta das 19h a luz acabou e, até o momento, não foi restabelecido o fornecimento. “Caso volte agora, vai demorar em torno de 48 horas para abastecer toda a cidade, se a população colaborar e economizar. Do contrário pode demorar ainda mais, uma vez que os reservatórios estão todos vazios”, enfatizou Cleres.

Cleres Roberto, diretor do DAE culpou a Cemig pelas constantes falta de água na cidade

Por conta da falta de água, a Prefeitura precisou abastecer escolas com caminhões-pipa. A reclamação de moradores afetados pela falta de água também é constante.

Na manhã dessa sexta-feira (9) a administração municipal informou que o diretor do DAE  procurou a Polícia Militar e registrou Boletim de Ocorrências contra a empresa. Cléres disse que, por várias vezes, a Cemig tem demonstrado má vontade com relação ao DAE (que é o seu maior cliente no município), e que o DAE está tomando medidas judiciais cabíveis contra a Cemig, para que a população não continue sendo prejudicada, como está acontecendo. Cléres disse que ele não quer que se trabalhe em situação de risco, sob temporais, mas que se programem bem e se agilizem os atendimentos, evitando-se mais prejuízos para a população.

 

 

Publicidade

10 COMENTÁRIOS

  1. Tem que da fim e nesse gerente regional da cemg. O pessoal da cemg administrativos que trab. aqui em j. Monl. sao todos incompetetes e verdadeiros parazitas.uma verdadeira merda.

  2. Quando não falta água falta luz está um absurdo esse cidade so de começar a chover ja procuro minha vela pq sei que a luz vai cair ! Pouca vergonha ! Água e luz e o essencial para um ser humano!

  3. Absurdo deixar a população inteira de uma cidade sem água, falta de administração por parte do DAE, que não tem um plano de contingência!
    Queria ver uma empresa de verdade tocar o abastecimento de água pra população!

  4. Até agora sem nenhuma gota de água ainda, crianças sem tomar banho para ir para escola,sem água para fazer alimento, isso é pouca vergonha, pagamos todos os meses corretamente para isso…

  5. A população que fica prejudicada. Até quando vai esse impasse do DAE com a Cemig? Nenhuma das concessionárias se pronuncia sobre a resolução do problema. Será que será necessário acionar o ministério público?

  6. Desde novembro venho pedindo o dae pra arrumar um buraco calzado pelas chuvas que tem acontecido na avenida laranjeira onde a empresa degraus fez uma rede de esgoto e o tubo foi colocado e mal socado passo todos os dias com meu carro só que a suspensão acabou por causa desse buraco.e vai ficar em torno de quinhentos a seiscentos reais o concerto agora eu queria saber quem vai pagar por isso isso é uma vergonha um caminhão de escória e uma hora de maquina não precisava calzar todo esse transtorno isso só acontece em joao monlevade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui