Posto de Identificação já está totalmente equipado e será inaugurado amanhã.

A Câmara Municipal de João Monlevade realiza amanhã, 18, vários eventos de grande importância para a cidade. Logo pela manhã, às 9h, ocorre uma reunião junto às autoridades policiais, à cerca da segurança pública no município. O encontro é uma reivindicação do vereador Guilherme Nasser (PSDB), feita durante reunião ordinária. O edil justificou aos demais vereadores e ao presidente da Casa, Djalma Bastos (PSD), de que a reunião é de extrema importância, em especial neste fim de ano. “Mais do que saber dos policiais as ações que desenvolvem para combater os crimes na cidade, quero também debater sobre como podemos auxiliá-los enquanto políticos e cidadãos”, destacou Nasser.

O pedido foi acatado por Djalma Bastos. “O assunto é sempre pertinente e vamos debatê-lo mais uma vez”, reforçou o presidente. Foram convidados para o encontro os comandados das polícias Civil e Militar, e ainda os representantes da Associação Comercial e Industrial de João Monlevade (Acimon), da Câmara de Dirigentes Lojistas de João Monlevade (CDL-JM), dentre outras entidades.

Inauguração do Posto de Identificação e lançamento de livro

Outro importante evento será a inauguração do Posto de Identificação no Legislativo. A cerimônia, que será simples, terá a presença de autoridades e está agendada para as 17h30. Importante destacar que a partir de segunda-feira, dia 21,será possível emitir o documento de identidade na Câmara Municipal. Para tanto, é preciso fazer primeiramente o agendamento pelo telefone 3852 4454. Em caso de dúvidas, o cidadão pode retirar o material explicativo na sede da Câmara.

Logo após esta inauguração, o escritor Geraldo Eustáquio Ferreira, popularmente conhecido como professor Dadinho, fará o lançamento da obra Nossa Terra Nossa Gente”, cujo primeiro volume, intitulado “A Cidade, sua História, seus Símbolos, seus Ícones”, será apresentado à população, também, na Câmara. O escritor ainda fará uma noite de autógrafos. O evento é aberto ao público.

 

Audiência pública causa divergência

Ainda para amanhã, está agendada às 14h uma audiência pública para discutir o relatório da auditoria no Hospital Margarida, que teve como finalidade verificar possíveis irregularidades no sistema de faturamento nos procedimentos relativos à hemodiálise. Contudo, a audiência vem sendo alvo de conflito entre os vereadores membros da comissão de Saúde da Câmara. Isto porque o provedor do Hospital Margarida, José Roberto Fernandes, informou que não poderá comparecer. O presidente da Comissão, Telles Superação (PHS) defende que o encontro ocorra, independente da presença de representantes da casa de saúde.  Já Sinval Dias (PSDB), que também é membro da comissão, é contrário e defende o reagendamento da audiência pública. Diante desta situação, está agendada para hoje, às 15h30, uma reunião entre os membros da comissão para deliberarem sobre o assunto.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui