UO delgado regional, Helton Cota, da Polícia Civil de Itabira emitiu uma nota da instituição na noite desta sexta-feira (13) sobre a tentativa frustrada de assalto com reféns na agência do banco Sicoob na cidade.

Em nota o delegado explica como tudo aconteceu e o desenrolar da ocorrência. Confira.

“Durante uma ação criminosa conhecida popularmente por “sapatinho” (extorsão mediante sequestro), uma rápida ação das forças de segurança de Itabira (Polícias Civil e Militar) impediu que valores fossem subtraídos do Banco Sicoob e que os reféns fossem feridos.

Minutos após serem acionados, equipes de Policiais Civis da Delegacia Regional de Itabira compareceram na agência e estabeleceram contato com os autores, os quais se encontravam em videoconferência com a gerente da instituição financeira exigindo que a mesma retirasse determinada quantia em dinheiro como condição para libertarem seus familiares.

A partir deste contato, os autores optaram por libertar os três reféns (marido e filhos da gerente) na BR 381, próximo à Belo Horizonte, evadindo-se para local incerto.

As vítimas foram resgatadas por uma viatura da Polícia Civil, que já havia se deslocado em rastreamento.

Durante as apurações, um dos autores foi identificado, qualificado e reconhecido pelas vítimas.

As investigações continuam em sede de Inquérito Policial com o objetivo de identificar os demais autores, angariar outros elementos subjetivos e objetivos para subsidiar futuras cautelares e indiciamentos.

O pronto atendimento das Polícias Civil e Militar (está última que também chegou rapidamente ao local após o acionamento do “Botão do Pânico”), foi exaltado pela diretoria do Banco Sicoob por meio de nota oficial”.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui