O deputado Estadual Tito Torres (PSDB) anunciou hoje (2) que entrou com um mandado de segurança junto ao Governo do Estado para que o Sevor (Serviço Voluntário de Resgate) volte a atuar na região.

Devido a uma Lei Estadual o grupo está impedido, a partir desta quarta-feira (2), de atuar nas rodovias que cortam a região.

Na tarde de ontem a diretoria da entidade convocou uma assembleia com os socorristas e decidiram interromper as atividades por tempo indeterminado.

O Presidente da Volunterminas  – Associação de Bombeiros Voluntários e equipes de Resgate Voluntários do Estado de Minas Gerais – Fabrício de Oliveira Coelho falou com a reportagem do Site O Popular sobre o caso e as medidas a serem adotadas pela entidade. Sonora abaixo

Os socorristas do Sevor marcaram para amanhã (3), a partir das 18h uma manifestação em frente à Câmara Municipal da Cidade, para chamar a atenção das autoridades sobre o problema e sobre a importância da entidade para a cidade e região.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui