Hospital Margarida, em João Monlevade. Foto: Arquivo/O Popular

A diretoria do Hospital Margarida, de João Monlevade, vai esclarecer nesta quinta-feira (19), às 14h, sobre a polêmica da expedição do alvará sanitário da unidade de saúde.
Desde que foi denunciada uma possível irregularidade na emissão do alvará de funcionamento do Hospital Margarida, há quase 20 dias, essa é a primeira vez que a diretoria do hospital se manifesta sobre a questão.

A polêmica foi levantada pelo vereador Belmar Diniz (PT), que afirmou que a Gerência Regional de Saúde de Itabira (GRS) liberou o alvará para o hospital sem a realização de uma inspeção sanitária no local. O documento foi assinado pelo diretor da GRS, Alexandre de Faria Martins da Costa (Alexandre Banana), que esteve no Hospital Margarida, no mês passado, para fazer a vistoria e emitiu relatório dias depois apontando melhorias a serem realizadas no local.

Belmar fez duras críticas à situação. Ele, que integra a Comissão de Saúde do Legislativo, contou que foi enviado, em nome da Comissão, ofício para a Secretaria de Saúde Municipal e para a GRS solicitando cópias das inspeções sanitárias das unidades de saúde de João Monlevade e no Hospital Margarida.

Leia mais sobre o assunto aqui.

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui