O Ministério da Saúde alcançou a marca de mais de 120 milhões de doses de vacinas Covid-19 distribuídas para estados e Distrito Federal desde o início da campanha de vacinação.

Cerca de 87 milhões de doses foram aplicadas por meio do Programa Nacional de Imunizações.

Desse total, 62 milhões e 700 mil são da primeira dose. O número representa quase 40% da população vacinável.

Já a segunda dose foi aplicada em 24 milhões e 200 mil pessoas. A população-alvo no país é de 160 milhões de pessoas.

A Fiocruz, Fundação Oswaldo Cruz, é a maior fornecedora de vacinas para o Programa Nacional, de Imunizações e distribuiu mais de 64 milhões de doses da AstraZeneca/Oxford.

O Instituto Butantan produziu mais de 50 milhões de doses da Coronavac, que foram entregues e repassadas aos estados e ao Distrito Federal.

E da farmacêutica Pfizer, o Ministério da Saúde enviou a todo o país mais de 8 milhões e 300 mil doses.

Mais vacina

Nesta terça-feira (22), chega no aeroporto de Guarulhos, São Paulo, o primeiro lote de 1 milhão e 500 mil doses da vacinas da Janssen contra a Covid -19.

Será o quarto tipo de imunizante utilizado no Programa Nacional de Imunizações, depois das vacinas CoronaVac, AstraZeneca e Pfizer.

A vacina da Janssen tem autorização da Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, para uso emergencial no Brasil e será a primeira a ser usada no país em dose única.

Segundo a agência, o imunizante tem 85% de eficácia para casos graves de Covid-19 e 66% para a forma moderada da doença.

As doses podem ser armazenadas e transportadas co temperaturas positivas entre +2ºC e +8° graus. Essas temperaturas são mais comuns nas salas de vacinação do Sistema Único de Saúde, o que permite a distribuição e aplicação em todos os municípios.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui