Dois monlevandenses são identificados entre os mortos de Brumadinho

A tragédia ambiental com o rompimento da mina da Vale, em Brumadinho já fez 99 mortos e outras 259 pessoas seguem desaparecidos. Entre os falecidos já identificados estão os monlevadenses João Paulo Borges  e  Márcio Flávio Silveira Filho.

João Paulo foi sepultado ontem, às 10h30, no cemitério do Baú. Ele era noivo e deixou um filho de 12 anos do primeiro relacionamento. Já Márcio deve ser enterrado nesta quinta-feira (31). O corpo dele foi identificado na tarde ontem, no Instituto Médico Legal (IML). Ainda não há informações sobre horário e local do velório e enterro dele.

Outras vítimas da região

Também já foram identificados outros trabalhadores da Vale, que morreram no desastre e que eram naturais de cidades vizinhas a João Monlevade. Um deles é o itabirano Ricardo Eduardo Silva. Ele  trabalhava em uma empresa prestadora de serviços da Vale como motorista e foi sepultamento no Cemitério da Paz, em Itabira.

Outra vítima é o mecânico Cristiano Vinicius Oliveira de Almeida, que foi sepultado na segunda-feira (28), no cemitério municipal de Bela Vista de Minas.

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui