Educação: Grupo Especial debate liberação de atividades extracurriculares

A reunião on-line discutiu a retomada de atividades extracurriculares e de cursos livres

00Na última segunda-feira (1º), o Grupo Especial de Trabalho da Prefeitura de João Monlevade, que tem como objetivo avaliar e estudar o sistema de educação durante o período da pandemia do coronavírus, fez mais uma reunião on-line para discutir a retomada de atividades extracurriculares e de cursos livres. Essa retomada se deve ao fato de que o município entrou na Onda Amarela do Programa Minas Consciente (microrregião) que flexibiliza diversas ações dos setores da economia, da educação e outros. Apesar disso, a cidade ainda permanece na Onda Vermelha da pandemia do coronavírus na macrorregião.

Escolas infantis

A secretária municipal de Educação, Maria do Sagrado Coração, explica que, por enquanto, as aulas das escolas da rede municipal serão mantidas no sistema on-line e sem previsão do retorno presencial. Ela explica ainda que as instituições infantis da rede privada estão autorizadas somente a realizar atividades de recreação.

Anúncios

Atividades extracurriculares liberadas

Segundo o novo decreto, são consideradas atividades extracurriculares: ensinos de esportes, de arte e cultura, de dança, artes cênicas; de música,  de idiomas; treinamentos em informática, em desenvolvimento profissional e gerencial e em cursos preparatórios para concursos. As instituições deverão cumprir as condições previstas no protocolo sanitário de retorno às atividades escolares presenciais, seguindo as regras sanitárias do Minas Consciente de 27 de Janeiro de 2021.

Transporte Universitário

Com a volta às aulas nas faculdades de Itabira e de Ipatinga, o grupo também discute a possibilidade do retorno do transporte universitário gratuito para os estudantes de João Monlevade.

Grupo de Trabalho

A criação do Grupo de Trabalho é uma orientação da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e da Secretaria Estadual de Educação. Integram o grupo membros das secretarias de Educação, Saúde, Vigilância em Saúde (Visa) e da Comissão de Enfrentamento à Covid-19, secretarias municipais de Obras, de Fazenda e de Planejamento, além de representantes das escolas estaduais, da rede privada, da Vigilância Sanitária, de profissionais e de trabalhadores da Educação além do Sindicato dos Trabalhadores da rede municipal (Sintramon).

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui