Presidente em exercício na Câmara, Waldir Maranhão tinha marcado para quinta-feira (14)
Wilton Junior/Estadão Conteúdo – 10.5.16

Presidente em exercício na Câmara, Waldir Maranhão tinha marcado para quinta-feira (14)

O presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão (PP-MA), decidiu antecipar as eleições para decidir o novo presidente da Casa para quarta-feira (13), após acordo fechado na noite deste domingo (10) com aval do Palácio do Planalto.

Anúncios

A última semana foi marcada por conflitos na Câmara. Logo após a renúncia do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) ao cargo de presidente da Casa na quinta-feira (7), Maranhão anunciou que as próximas eleições seriam na quinta-feira da semana seguinte (14), às 16h, às vésperas do recesso Legislativo.

Continue lendo após o anúncio

No mesmo dia, o líder do governo na Câmara, o deputado André Moura (PSC-SE), também disse que iria convocar uma reunião para decidir a sucessão de Cunha.

A decisão de Maranhão foi desautorizada pelo chamado “Centrão”, bloco que reúne 13 partidos, que marcaram para terça-feira (12). Em resposta, o presidente interino da Câmara exonerou o Secretário Geral da Mesa (SGM) Silvio Avelino, que participou da conversa entre os parlamentares. O chefe de gabinete da liderança do DEM, Wagner Padilha, foi indicado para substituir Avelino.

Pressionado por deputados, Maranhão cedeu e concordou em mudar a data. A medida de antecipação deve ser anunciada nesta segunda-feira (11).

O líder do PSD Rogério Rosso é um dos nomes que mais agrada aos partidos do Centrão para o cargo de presidente da Câmara. Rodrigo Maia e Fernando Giacobo também são considerados.

Anúncios
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui