Eleições 2020: emissoras não podem divulgar imagens de pesquisas

Dando seguimento ao calendário eleitoral deste ano, a partir desta quinta-feira (17) emissoras de rádio e televisão não podem divulgar, nos noticiários ou na programação, imagens de realização de pesquisa ou de qualquer outro tipo de consulta popular que apresentem dados eleitorais.

Também não podem veicular propaganda política; dar tratamento privilegiado a candidato; divulgar, filmes, novelas ou qualquer outro programa com alusão ou crítica a candidato ou partido político e não devem divulgar nome de programa que se refira a candidato escolhido em convenção.

Emissoras de rádio ou TV que descumprirem essas regras correm o risco de perder o registro, de acordo com o estabelecido pela Lei Eleitoral.

Neste ano, uma Emenda Constitucional adiou a data da votação e alterou todo o calendário eleitoral por causa da pandemia da Covid-19.

Todos os prazos eleitorais previstos para o mês de julho foram prorrogados em 42 dias, proporcionalmente ao adiamento da votação.

O primeiro turno das eleições municipais deste ano será realizado no dia 15 de novembro; e o segundo turno, no dia 29 de novembro.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui