A cerimônia de posse contou com a presença da prefeita de João Monlevade, Simone Moreira (PSDB) e dos deputados estadual Tito Torres e Rodrigo de Castro (Bell Silva)

Na tarde desta quinta-feira (22) foi empossada a nova Diretoria do Conselho da Associação São Vicente de Paulo, mantenedora do Hospital Margarida. O grupo que ficará à frente da entidade pelos próximos dois anos reelegeu como presidente, o atual provedor, José Roberto Fernandes.

O gestor destacou, em seu discurso, que seria impossível administrar o Hospital Margarida se não fossem as parcerias. “O hospital permite o apoio de qualquer político ou partido engajado em ajudar a entidade”, disse. José Roberto também afirmou que pensou em desistir do cargo devido a responsabilidade imposta pela da gestão. No entanto, atendeu aos pedidos de médicos e funcionários e decidiu ficar.

O provedor destacou ainda as dificuldades financeiras enfrentadas pela Casa de Saúde. Segundo ele, mesmo com ajuda das prefeituras das cidades da região, o Margarida ainda necessita de mais recursos. “Precisamos receber muitas dívidas”, pontuou o provedor sem citar o montante.

José Roberto rebateu também críticas. Ele foi enfático ao afirmar que não vai se intimidar com os inimigos que tentar destruir a sua imagem. “Minha casa foi vigiada, invadiram a minha privacidade. Além disso, há vários processos na Justiça e novos surgirão. Mas isso não me intimida. Vou continuar o meu trabalho”, frisou.

Várias autoridades

A cerimônia de posse contou com a presença da prefeita de João Monlevade, Simone Moreira (PSDB) e dos deputados estadual Tito Torres e Rodrigo de Castro – ambos tucanos.
A chefe do Executivo monlevadense enfatizou que no ano passado, mesmo diante de crise financeira no país, repassou ao Margarida cerca de R$ 7 milhões.

“Uma parceria desse porte nunca foi assumida entre a Prefeitura e a Casa de Saúde”, disse. Ela também citou que o hospital está bem representado com José Roberto à frente da unidade e que vai continuar a parceria. “Apensar das dificuldades, a Prefeitura continuará determinada a ajudar o hospital, através de parceria e recursos próprios”, afirmou Simone.

Já o deputado estadual Tito Torres, além de parabenizar a gestão de José Roberto, enalteceu a importância do Hospital Margarida para João Monlevade e cidades vizinhas. Ele lembrou emendas parlamentares propostas por ele na qual ajudaram na construção e viabilização do CTI na unidade.

“Estamos tentando conseguir mais recursos em Brasília. É importante frisar que o déficit do hospital vem caindo. Vamos buscar melhorar a tabela paga pelos serviços ofertados pelo SUS para continuar os trabalhos”, falou.

Rodrigo de Castro também se pronunciou e fez questão que ressaltar a luta da direção do Hospital Margarida e disse que nunca deixou de ajudar a unidade. “Todo lugar que passo tem marca de meu apoio. No ano passado conseguimos verba de R$ 500 mil para ajudar o Margarida”, lembrou o deputado.

Uma das primeiras ações de José Roberto Fernandes em seu novo mandado será uma reunião com os gerentes do hospital para juntos discutirem o planejamento estratégico da unidade de Saúde.

Diretoria

Além do provedor, fazem parte da nova diretoria: Alfredo Pessoa Durães (1º vice-presidente),Tarcísio Bicalho (2º vice-presidente), Sérgio Márcio Coura (1º Secretário), Antônio Quaresma (2º secretário), Paulo Afonso Domingues (1º Tesoureiro), Edson de Sales (2º Tesoureiro). O Conselho Fiscal tem como membros efetivos, Joaquim Gomes Roberto, Eduardo Bastos e Antônio Cláudio Valentim e, como suplentes, Antônio Carlos Maroum, Fernando Barcelos Silva e Carlos Henrique Gomes.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui