Na tarde dessa segunda-feira, dia 6, representantes da Prefeitura de João Monlevade, da Associação Médica e da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) reuniram-se na sede da entidade, quando falaram sobre o “isolamento social” e o cumprimento do Decreto que determina medidas de combate à COVID-19.

A CDL propôs que, nos próximos dias, o comércio seja reaberto gradativamente, de maneira organizada, sob a responsabilidade de cada lojista. Representantes da Associação Médica disseram que o comércio deva ficar fechado por, no mínimo, mais 15 dias, para se enfrentar com seriedade e determinação a pandemia do Coronavírus.

A Prefeitura afirmou que continuará seguindo às determinações do Estado, dizendo que, assim que houver alguma mudança por parte do Governo do Estado, a mudança será feita também em João Monlevade.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui