Em São Gonçalo, Defesa Civil pede que população fique em alerta

Região central da cidade foi afetada pelas chuvas do mês de janeiro

Diante da constante chuva que vem ocorrendo no município de São Gonçalo do Rio Abaixo, a Defesa Civil da localidade emitiu um comunicado nesta segunda-feira (2) informando o monitoramento constante do volume de água da barragem de Peti.

As condições da unidade vem sendo fiscalizadas também . No comunicado, a Defesa Civil alerta à população que a situação não é motivo de alarme, mas é preciso ficar alerta, “pois a qualquer momento, a Defesa Civil Municipal poderá soltar um informe com novas situações”.

Ainda conforme a entidade, na tarde de ontem, representantes da Defesa Civil estiveram em Peti onde, juntamente com técnicos da usina, inspecionaram a barragem e certificaram as informações do aplicativo proximidade da Cemig.

De acordo com a Cemig, a situação no momento está controlada – a barragem está com 76% de volume útil, com afluência de 92,3m3/s. A Defesa Civil solicitou à Cemig que baixe o nível da barragem e que não ocorra vertimento durante a noite. Isso porque com as incessantes chuvas e constantes mudanças das previsões com aumento de precipitações, o volume do rio Santa Bárbara pode subir.

No final do mês de janeiro, São Gonçalo foi severamente castigada com a cheia do rio Santa Bárbara. A água invadiu a região central da cidade e pontos da zona rural. Dezenas de pessoas tiveram que deixar as suas moradias e comerciantes contabilizaram grande prejuízo. O município começa a se reerguer com ações rápidas após a catástrofe. O prefeito Antônio Carlos Noronha Bicalho determinou repasse financeiro aos atingidos pela chuva e deu início recentemente à construção de um túnel-bala na região central. A obra tem potencial para evitar inundações.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui