Emprego formal em João Monlevade tem queda de 2,17%

Na contramão da criação de postos de trabalho formais no mês de setembro, João Monlevade, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério da Economia (Caged), não apresenta bons resultados.

No mês de setembro, a queda dos postos de trabalho chega a 2,17% na cidade. Foram 607 admissões, contra 1.032 demissões – o que resulta em déficit de 425 vagas. No acumulado dos nove primeiros meses de 2019, o município tem a geração de 619 empregos, o que representa elevação de 3,32% no estoque total de vagas.

Na vizinha Itabira, o crescimento dos postos formais de trabalho chega a 0,50%. Foram 932 admissões nos nove primeiros meses do ano, 806 demissões e saldo positivo de 126 vagas.

Num contexto geral, conforme o Caged, em setembro, foram criados 157 mil postos de trabalho no Brasil. Esse foi o sexto mês seguido de geração de empregos. Nos nove primeiros meses do ano, foram abertas 761 mil vagas. Isso representa 6% a mais que o mesmo período do ano passado.

 

 

Publicidade

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui