A entidade reguladora sueca Swedish Gambling Authority (SGA) recentemente lançou uma campanha nacional para incentivar as pessoas a jogarem e apostarem somente com operadoras licenciadas no país. A iniciativa foi intitulada “Os jogos precisam de regras”, e foca na importância de se apostar apenas com aquelas empresas com uma licença da SGA.

Com três curta-metragens publicados em seu site e redes sociais, a nova campanha tem como estrela uma personalidade da televisão sueca, Anders Lundin. Com a mesma fala nas três peças, Lundin diz aos espectadores: “spel behöver regler”. Em português, “os jogos precisam de regras”.

Em cada um dos vídeos, há um cenário onde participantes trapaceiam em jogos populares de tabuleiro, trazendo a mensagem de maneira humorística. No comunicado, a reguladora diz: “Não, não exigimos licença para jogos de tabuleiro e trapacear neles pode não ser tão perigoso. Mas ao jogar por dinheiro, é importante que as empresas de jogos sigam as regras. A Autoridade Sueca de Jogos controla e supervisiona as empresas de jogos com licença sueca”.

Anúncios

A SGA é uma entidade responsável por garantir a segurança e confiabilidade de empresas de jogatina, além de ser responsável por emitir autorizações para loterias no país e supervisionar este tipo de atividade. Há várias outras entidades semelhantes para países diferentes, como a Malta Gaming Authority (MGA), por exemplo. Já os brasileiros interessados em apostar ou jogar em cassinos online podem visitar um site confiável que lista operadoras seguras e regulamentadas em seu país de origem para se divertir sem preocupações. O confiável.com, por exemplo, é referência no setor, utilizando avaliações de especialistas e jogadores reais para ranquear as melhores plataformas de jogatina existentes no mercado.

Os três vídeos divulgados pela SGA estão ligados a um presente no site oficial. Este, um pouco mais extenso, também conta com Lundin e traz ainda mais informações sobre os benefícios de se jogar com uma empresa licenciada. De acordo com a Gerente de Comunicações da SGA, Yvonne Hejdenberg, “o objetivo é informar ao público que há uma escolha a fazer, entre as empresas de jogos que têm uma licença sueca e as empresas de jogos que não têm”.

            Reformas regulatórias

Esta jogada de comunicação veio após a SDA ter anunciado uma reformulação do Spelpaus.se, a sua plataforma de auto exclusão. A autoridade é vinculada ao Ministério das Finanças e o seu Conselho nomeado pelo Governo.

Além disso, o governo da Suécia recentemente informou que está trabalhando em uma reforma regulatória para o mercado de apostas do país. Esta reforma entraria em vigor em 2023, para garantir a proteção ao consumidor e o crescimento sustentável do mercado de jogatina a longo prazo. O ministro de seguridade social, Ardalan Shekarabi, disse também que, com isso, se espera acabar com as “propagandas agressivas de apostas quanto aos jogos mais perigosos”, assim como excluir completamente as empresas ilegais do marketplace digital da região.

Segundo Shekarabi, eles estariam tomando o próximo passo para retomar o controle desse setor no país. “É sobre limitar propagandas agressivas de jogatina e parar as empresas de jogatina que não têm uma licença. Uma regulação de apostas fortalecida é um pré-requisito para uma forte proteção dos consumidores”, afirmou.

Dentre as propostas, que já estão prontas para serem submetidas ao conselho legislativo, estão o banimento da promoção às apostas ilegais e o banimento estendido da promoção de apostas sem licença. Além disso, a proposta inclui uma requisição para uma licença de software para ganhar controle sobre o desenvolvimento de programas e exclusão de jogos ilegais. Ela também inclui uma requisição para moderar o marketing de jogos, com o intuito de proteger crianças, jovens e pessoas com problemas de vício.

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui