Escola reverte Prêmio Itaú-Unicef em novos espaços de leitura

Instituição da Rede Municipal de Ensino de Santa Bárbara venceu a premiação na etapa regional e estadual e acumulou R$30.000

A Escola Municipal Marphiza Magalhães Santos, da cidade de Santa Bárbara, participou em 2017 da 12ª edição do Prêmio Itaú-Unicef, com o projeto Academia de Letras Infantojuvenil em Escola Pública. A instituição venceu a etapa regional e a estadual, na categoria microporte.

Assim sendo, a Escola foi premiada com R$10.000 (etapa regional) e R$20.000(etapa estadual). O dinheiro foi investido na otimização de ações do projeto que rendeu a premiação à instituição de ensino.

Neste contexto, com o valor, foi feita uma praça de leitura na escola, comportando dois decks, casinha estante e uma lanchoteca. A biblioteca ganhou, também, um novo acervo bibliográfico, além de móveis e computadores para uso dos alunos.

A fim de inaugurar o empreendimento, a direção da Escola Marphiza recebeu pais, estudantes, funcionários, parceiros e autoridades, dentre eles o vice-prefeito Alcemir Moreira e o secretário de Educação, Alexandre Geraldo Mota, em uma noite festiva. Na ocasião, foram declamadas poesias e distribuídos sonhos para os convidados.

O 12º Prêmio Itaú-Unicef premiou parcerias entre organizações da sociedade civil e escola pública. A Academia Brasileira de Autores Aldravianistas Infantojuvenil (Abraai) foi a organização parceira da Escola Marphiza nesse prêmio, que teve a finalidade de reconhecer, estimular e dar visibilidade ao trabalho das organizações da sociedade civil e escolas públicas, para a educação integral de crianças, adolescentes e jovens, de 6 aos 18 anos.

Criado em 1995, esse Prêmio já recebeu mais de 17 mil inscrições e premiou iniciativas em mais de 1700 cidades.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui