Escolas particulares de Itabira apontam prejuízos e cobram informações da administração

Em busca de apoio aos vereadores para obter informações e inclusão nos planejamentos do município quanto à pandemia Covid-19, estiveram em reunião na Câmara Municipal de Itabira nesta terça-feira (09), o Vice-Presidente da Associação das Escolas Particulares de Itabira (AEPI), Ricardo de Jesus Rocha e demais integrantes da Associação.

Escolas particulares pedem apoio aos vereadores para serem incluídas nos planejamentos do município

Durante conversa na sala da Presidência da Casa Legislativa, o Vice-Presidente da Associação das Escolas Particulares de Itabira (AEPI), informou que desde já, precisam nortear as medidas de segurança que deverão ser adotadas, para que à equipe de colaboradores e alunos retornem com segurança quando autorizado e sem prejuízo ao aprendizado.

“Não queremos que as escolas abram amanhã, nós queremos que tudo seja feito da melhor maneira possível. Queremos ser incluídos em um plano para que as escolas tenham um processo de reabertura adequada e segura, e possamos voltar atender à população”, enfatiza Ricardo de Jesus Rocha.

Anúncios

O intuito da Associação das Escolas Particulares de Itabira (AEPI), é que a classe tenha voz perante as determinações dos poderes públicos, tendo acesso às informações ao que diz respeito à pandemia, para responderem de maneira adequada quando questionados sobre o retorno das aulas.

Ao final, os vereadores se mostraram dispostos a ajudar, e o Líder de Governo, Vereador Neidson Dias Freitas (MDB), se prontificou a intermediar um encontro dos representantes da Associação das Escolas Particulares de Itabira (AEPI), com as demais autoridades do município.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui