EXCLUSIVO

Uma agência de carros de João Monlevade quase foi lesada pela ação de um estelionatário que tentou usar documentos falsos na compra de um veículo avaliado em cerca de R$ 200 mil. O fato aconteceu no início desta semana.

O suspeito de aplicar o golpe acabou preso depois que a dona da agência procurou a Polícia Civil da cidade. Há indícios de que ele integre uma quadrilha que estaria aplicando golpes semelhantes em cidades do interior de Minas Gerais.

O nome da agência será mantido em sigilo a pedido da proprietária. A comerciante entrou em contato com a redação do site O Popular para contar sobre o golpe e alertar demais empresários na cidade.

Por telefone, a mulher contou que o estelionatário, que é de Palmas (TO), chegou à agência com intuito de financiar uma caminhonete. Ele repassou documentos de terceiros para a compra e os papeis foram encaminhados à financeira para análise.

A instituição financeira desconfiou dos documentos e enviou alerta para a agência, informando que os documentos usados pelo suspeito eram de São Paulo e ele já teria tentado financiar outro veículo com eles.

Devido a desconfiança, a dona da agência fez cópia dos documentos apresentados pelo estelionatário e fez um “contrato” da venda do carro, que teria sido assinado por ele.

Nesse tempo, a Polícia Civil foi informada e esteve no local e deu voz de prisão ao suspeito.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui