Seis homens foram pela Polícia Militar de João Monlevade, em continuidade da operação de combate a criminalidade na cidade, por volta das 18h desta terça-feira (21), no Bairro São João.

Foram presos Guilherme Avelar Dias, 22 anos, Jeferson Timóteo de Freitas, vulgo “Dé”; 23 anos, Igor Junior Timóteo de Freitas Marçal, 22 anos, Rafael Santos Alencar, 20 anos, que estava foragido, Wenderson Henrique Camargos, 23 anos, vulgo “Coxito” e Wellington de Jesus Barbosa, 27 anos, morador da cidade de Itabira.

Após uma denúncia anônima via 190, de que uma organização criminosa estaria com grande quantidade de armas, munições, rádios de comunicação e até coletes balísticos, foi montada uma operação que contou com cerca de 20 policiais militares e dois policiais civis, que auxiliaram durante a incursão no bairro.

O êxito da operação somente foi possível porque, segundo a polícia, o soldado Augusto, que atuava na sala de rádio da Companhia, comunicou rapidamente os militares que estavam na região.

Segundo a denúncias o suspeito conhecido como “Dé”, estaria conversando no bairro com elementos vindos da cidade de Itabira, planejando o assassinato de rivais que atuam no tráfico de drogas na região. A quadrilha usava rádios de comunicação na freqüência da Polícia Militar e portavam armas de fogo em plena rua do bairro.

Foi montada uma operação, coordenada pelo major André Pedrosa comandante da 17a Companhia de Polícia Militar Independente, e os policiais realizaram buscas em diversas residências, quando houve várias fugas de infratores. Pelo menos seis deles foram surpreendidos e presos com várias armas de fogo (inclusive uma espingarda calibre 12), várias munições de calibres diversos, 15 pedras de crack, rádios de comunicação, coletes balísticos, materiais produtos de furto ou que foram trocados por drogas, dois veículos sendo uma moto e um veículo GM/Kadet, envolvidos com o tráfico dentre outros.

A polícia suspeita que a quadrilha esteja envolvida em um assalto a banco na cidade de Raul Soares na madrugada de segunda-feira (20), uma vez que pelas imagens captadas pelo sistema de vigilância eletrônica da agência aparecem elementos utilizando coletes da prova de balas e uma arma longa; duas pistolas, uma 9mm e outra calibre 380; idênticas as que foram apreendidas com os criminosos e toucas ninjas.

Ao todo foram apreendidas na operação uma espingarda calibre 12; três Pistolas calibres 9mm, calibre 380 e outra calibre 765, três coletes a prova de balas, cinco rádios comunicadores HT, 03 bases carregadores de HT; 25 munições calibre 12; 83 munições calibre 380; 64 munições calibre 9 mm; 27 munições calibre 32; 02 toucas “ninjas”; 01 TV 32 polegadas; 01 Play Station 3; 13 pedras de crack; 07 celulares; R$ 263,00 em dinheiro. Dois veículos também foram apreendidos, sendo GM/Kadet cor vinho e uma moto Honda/Falcon NX 400 Falcon vermelha.

Já por volta das 23h30, militares do Pelotão de Recobrimento Tático Móvel, voltaram ao bairro São João e apreenderam mais uma arma, um revólver calibre 38 municiado e mais 30 munições e cerca de 63 pedras de crack. Durante à nova incursão ao bairro outros suspeitos conseguiram fugir.

Segundo a Polícia Militar, todos os detidos possuem envolvimento com tráfico de drogas, assaltos e até homicídios.

Todo material apreendido e os seis homens presos foram levados para a Delegacia de Polícia Civil de João Monlevade. Eles poderão responder pelos crimes de formação de quadrilha, tráfico de drogas e porte ilegal de armas de fogo e munições.

Confira o vídeo da operação

Publicidade

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui