Frequência escolar é determinante para manter Bolsa Família

Nesse período de retorno às aulas, após o recesso escolar, o Programa Bolsa Família orienta sobre a importância da frequência escolar para a manutenção do benefício. Conforme a coordenadora municipal do programa, Tarcila Valéria Moreira, “a frequência mínima para as pessoas de 6 a 15 anos é de 85%. Já para os adolescentes de 16 e 17 anos é de 75%”, afirmou Tarcila.

Manter os filhos na escola faz parte das chamadas condicionalidades do Programa Bolsa Família, que são compromissos firmados pelos beneficiários e pelo poder público nas áreas de educação e saúde para a superação da pobreza. Tarcila Valéria orienta que “as faltas devem ser justificadas na própria escola mediante atestado médico e as informações sobre a escola dos filhos atualizadas anualmente ou sempre que houver alguma mudança junto ao Bolsa Família na Secretaria de Assistência Social”.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui