Um funcionário do Departamento de Águas e Esgoto de João Monlevade (DAE) morreu na madrugada dessa sexta-feira (27) no trabalho. O operador de bomba Antônio Lopes Macedo, 70 anos, um dos funcionários mais antigos do DAE, trabalhava na estação de captação de água, na região das Pacas.

Cleres Roberto de Souza, diretor do DAE, disse que foi informado à ele, que uma das bombas teria começado a apresentar anomalia. O funcionário então, foi retirar a proteção para verificar o que havia acontecido, mas a peça se desprendeu e atingiu o peito do servidor.

O Serviço Voluntário de Resgate (Sevor) foi acionado, mas ao chegar à ETA foi constatado o óbito. A Perícia da Polícia Civil também foi ao local e após os trabalhos técnicos que poderão ajudar a apontar as causas do acidente, liberou o corpo de Antônio que foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), do Cemitério do Baú.

Ainda segundo o diretor do DAE, Antônio era um do mais experientes da equipe e lamentou a morte do colega de trabalho. “Assim que me comunicaram, fui à ETA. Adotamos todas as medidas necessárias e essa fatalidade será investigada. Empenhamos agora todos os esforços para dar assistência aos familiares do Antônio neste momento”, reforçou Cleres.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui