Funcionários públicos de João Monlevade decretam estado de greve

Rodadas de negociações entres representantes da Prefeitura e do Sintramon não avançaram (Divulgação Acom/PMJM)

O funcionalismo público de João Monlevade decretou na última quarta-feira (29), estado de greve – alertando que a qualquer momento poderão deflagrar uma greve. A decisão foi tomada em assembleia da categoria depois que os servidores reprovaram a recomposição salarial de 5,38%, que equivale ao índice inflacionário, proposta pela administração municipal. O índice de reajuste pleiteado pelos servidores é de 14% e não de 25%, como apresentado inicialmente.

As negociações entre o Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público de João Monlevade (Sintramon) e representantes da Prefeitura de João Monlevade foram realizadas em duas datas. Apesar de não chegarem a um acordo em relação à cláusula econômica, outros acordos foram selados.

Preliminarmente, chegou-se a discutir e a entrar em acordo com relação a várias cláusulas sociais, inclusive sem a eliminação do acordo vigente. Pelo contrário: houve ampliação de benefícios. Os entendimentos mostram também que as homologações, por ocasião das rescisões, reivindicadas pelo Sintramon, passarão a ser feitas na sede do Sindicato.

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui