Governador Fernando Pimentel recebe primeiro-ministro de Portugal para reforçar parcerias e relações econômicas

O governador Fernando Pimentel recebeu nesta quarta-feira (2/11), no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, o primeiro-ministro de Portugal, António Costa, e os ministros de Estado de Economia, Manuel Caldeira Cabral, e de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor. O encontro serviu para reforçar os laços de cooperação entre Minas Gerais e o país europeu nas áreas de ciência e tecnologia, mobilidade urbana e sustentabilidade.

O primeiro-ministro português António Costa destacou a importância de parcerias com o Governo de Minas Gerais e ressaltou o papel do estado nos setores de tecnologia e inovação. “Estamos em um estado dos mais pujantes do ponto de vista do desenvolvimento tecnológico, que quer ser a capital da inovação tecnológica do Brasil e o centro de desenvolvimento de startups no Brasil. Esse é, portanto, um novo ciclo que temos que ter com base nesse novo patamar de desenvolvimento econômico”, afirmou.

Anúncios
Continue lendo após o anúncio

Antes do encontro, o Governo de Minas Gerais, por meio do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), além da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Axxiom Soluções Tecnológicas, juntamente com a Universidade do Minho e o Centro de Engenharia e Inovação (CEiiA), de Portugal, assinaram um termo de cooperação para promover o desenvolvimento sustentável e inclusivo, por meio de parcerias para o  desenvolvimento científico, tecnológico e empresarial na área da mobilidade elétrica.

O termo prevê uma série de acordos para desenvolvimento de projetos conjuntos relacionados ao desenvolvimento e industrialização de veículos elétricos de nova geração, por meio de projetos de capacitação de recursos humanos, intercâmbio de professores e pesquisadores e supervisão de teses desenvolvidas entre as duas universidades relacionadas ao tema.

Além disso, a parceria também prevê o apoio a programas do Governo de Minas Gerais que envolvam estudantes estrangeiros, além de organização conjunta de conferências, workshops de caráter científico, tecnológico e empresarial, associados à mobilidade sustentável e industrialização de veículos elétricos de nova geração.

“Essa é uma política pública do Estado de Minas Gerais. O que estamos fazendo é muito mais que o sistema de mobilidade e o carro elétrico. É todo um ecossistema que nós estamos tentando desenvolver em torno disso, com a universidade, com outras empresas, que vão criar um ecossistema de desenvolvimento científico e tecnológico para a mobilidade elétrica”, explicou o presidente do BDMG, Marco Aurélio Crocco.

O ministro de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Portugal, Manuel Heitor, destacou a parceria com o Governo do Estado e o papel das universidades no acordo. “Estamos aqui para fazer um sistema de mobilidade para o futuro. Portanto, pelo lado do governo de Portugal é com o maior interesse que, juntamente com o Governo do Estado de Minas Gerais, colocamos em conjunto a capacidade de Portugal nas universidades, nos centros tecnológicos, e do Estado de Minas Gerais para pensar num projeto de nível global”, disse o ministro.

Também participaram do encontro com autoridades portuguesas os secretários de Estado de Governo, Odair Cunha; de Cultura, Ângelo Oswaldo; o presidente da Codemig, Marco Antônio Castello Branco; e o presidente da Cemig, Mauro Borges.

Histórico

Essa é a segunda vez em pouco mais de um mês que o Estado recebe visita de autoridades portuguesas. No final de setembro, o governador Fernando Pimentel recebeu o secretário de Estado da Indústria de Portugal, João Vasconcelos, em cerimônia de assinatura de despacho governamental para implementação do projeto “Sistema de Mobilidade de Baixo Carbono” em Minas Gerais.

A proposta, inspirada em iniciativas do Centro de Excelência e Inovação na Indústria da Mobilidade (CEiiA), prevê a interligação, por meio de veículos elétricos, entre a Cidade Administrativa de Minas Gerais, o Aeroporto Internacional de Confins, o Palácio da Liberdade e os prédios públicos do BDMG, Cemig, Fapemig, Codemig, na região central de Belo Horizonte.

“Há um mês foi lançado formalmente esse projeto que combina sistema inteligente com a circulação de veículos elétricos. A gente sabe que o grande desafio da mobilidade hoje está nas cidades e parte central dele está nesse deslocamento. Queremos fazer esses testes, inclusive com diferentes veículos (carros, motos e ônibus), não só pela visão que a gente tem do futuro, do desafio associado à tecnologia e dos novos desenvolvimentos de materiais mas, também, por uma nova visão de política pública. Nesse sentido, o Estado cria um ambiente e uma possibilidade de poder estabelecer políticas públicas que hoje não existem no Brasil”, afirmou a presidente da Axxiom Soluções Tecnológicas, Fabiana Santos.

As parcerias entre os governos de Minas Gerais e de Portugal se estreitaram a partir de fevereiro de 2015, quando o governador Fernando Pimentel esteve em visita oficial ao país para se encontrar com autoridades e conhecer projetos desenvolvidos nas áreas de mobilidade, indústria aeronáutica e sustentabilidade.

Um ano depois, Pimentel retornou a Portugal para assinar convênios de cooperação científica e tecnológica com ênfase em redes de energia de baixo carbono, mobilidade urbana e intercâmbio de conhecimento acadêmico para futuras inovações na indústria automobilística de Minas Gerais entre o Governo do Estado e o Governo de Portugal.

Anúncios
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui