Governador preside cerimônia de troca de comando da Polícia Militar de Minas Gerais

Coronel Helbert Figueiró de Lourdes assumiu o posto em substituição ao coronel Marco Antônio Badaró Bianchini

Governador Fernando Pimentel participa da posse do novo comandante da polícia Militar. 30-01-2017- Academia de polícia. Foto`Manoel Marques/imprensa-MG

O governador Fernando Pimentel presidiu, nesta segunda-feira (30/1), em Belo Horizonte, a solenidade de troca de Comando Geral da Polícia Militar de Minas Gerais. O coronel Helbert Figueiró de Lourdes assumiu o posto em substituição ao coronel Marco Antônio Badaró Bianchini. Pimentel ressaltou, em seu discurso, o respeito e estima à Polícia Militar de Minas Gerais e o apoio que continuará prestando à instituição, agora sob novo comando.

“A presença, aqui, de tantas autoridades representativas do nosso estado registra que Minas Gerais muito estima a nossa Polícia Militar. Tenho gratidão muito sincera ao coronel Bianchini e, na pessoa dele, a todos os oficiais que prestaram serviços ao longo desses dois anos. Obrigado pelo trabalho, empenho, dedicação e a tudo que fizeram garantindo paz ao nosso estado”, afirmou Pimentel.

“Desejo sucesso, boa sorte e afirmo nosso apoio integral ao novo comandante, coronel Helbert, e aos oficiais.  Ele é um oficial de carreira exemplar. A ele não faltará o apoio do Governo do Estado em tudo aquilo que for necessário para cumprir essa missão que lhe é confiada”, completou o governador.

Ainda de acordo com Fernando Pimentel, o apoio, respeito e carinho do Governo e da população fazem da Polícia Militar de Minas Gerais “a melhor do Brasil”. “Mesmo com todas as dificuldades financeiras e orçamentárias, que não são segredo para ninguém, continuamos priorizando a segurança. Por isso, a Polícia Militar merece tanto apoio, tanto respeito. Sejam muito felizes nesse trabalho”, finalizou.

O novo comandante-geral da PM, coronel Helbert Figueiró de Lourdes, salientou, em seu discurso, a importância do cargo e os desafios que precisarão ser enfrentados. “Aprendi com meus comandantes lições de profissionalismo e camaradagem. Aprendi a grandeza e importância histórica de nossa corporação. Hoje é um momento marcante, pois sou compelido a honrar essa história, sendo fiel ao compromisso de corresponder a uma imensa expectativa representada por quase 100 mil homens e mulheres”, destacou.

“Essa corporação está engajada, coesa e voltada para uma mesma missão, como sempre esteve em toda a sua história. Temos o compromisso de manter sólida e respeitada a nossa instituição. É pelo nosso povo que trabalhamos e justificamos a nossa existência. Externamos nosso compromisso e engajamento para que todas as nossas ações tenham como eixo a melhoria da qualidade no atendimento ao cidadão, o combate ao crime e violência. Buscaremos maior presença física dos policiais militares nas ruas. Vamos potencializar o uso dos recursos humanos e usaremos a tecnologia em prol disso”, concluiu o novo comandante-geral.

 Mudança

Antes de transmitir o cargo e de se licenciar da carreira na qual atuou por mais de 30 anos, o coronel Marco Antônio Badaró Bianchini citou alguns ensinamentos aprendidos durante sua permanência na Polícia Militar. “Aprendi o real significado da palavra entrega. Hoje, além de encerrar minha carreira na Polícia Militar, encerro dois anos de comando. Um período de intensa atividade. Nos dedicamos a realizar um trabalho sério, focado na valorização do nosso policial, numa constante interlocução com a sociedade. Trabalhamos com muita dedicação e compromisso para encerrar essa jornada deixando a PM num patamar melhor do que a recebemos”, explica.

Entre as ações implementadas pela sua equipe, o coronel Bianchini citou o aumento do efetivo da instituição e a aquisição de materiais de trabalho. “Penso que obtivemos êxito. Graças ao prestígio da nossa instituição com o Governo estadual, nos últimos dois anos pudemos comemorar algumas conquistas, incluindo, só em 2016, mais de 3.000 novos policiais, além de mais de 1.500 novos veículos, assim como equipamentos e armamentos”, salientou. “Obrigado governador pela confiança e respeito que o senhor sempre demonstrou à Polícia Militar. Continuo depositando a confiança que sempre tive no senhor”, encerrou.

Também participaram da solenidade os presidentes do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, desembargador Herbert Carneiro; do Tribunal de Contas do Estado, Sebastião Helvécio; e do Tribunal de Justiça Militar, Fernando Galvão; o procurador-geral de Justiça, Antônio Sérgio Tonet; a defensora pública-geral, Christiane Malard; o chefe da Polícia Civil de Minas Gerais, delegado João Octacílio Silva Neto; o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Luiz Henrique Gualberto; o chefe do Gabinete Militar do Governador e coordenador Estadual de Defesa Civil, coronel Fernando Antônio Arantes; representando o presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado estadual Lafayette Andrada, além de secretários de Estado, deputados federais e estaduais e prefeitos.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui