Governo confirma 40 mortes por febre amarela e reforça distribuição de vacinas

O Ministério da Saúde confirmou  40 mortes por febre amarela no país desde o começo do ano. Outras 49 mortes estão em investigação. Ao todo, foram confirmados 70 casos de febre amarela e 364 pessoas ainda aguardam resultado de exames.

Minas Gerais é o estado onde se concentra o surto da doença, com 37 mortes, 66 casos confirmados e 337 em investigação.

Para tentar conter o surto, o Ministério da Saúde informou que vai oferecer mais 11,5 milhões de doses de vacina, principalmente para os estados de Minas Gerais, São Paulo, Espírito Santo, Bahia e Rio de Janeiro.

Com o reforço dessas 11 milhões e meia de vacinas, o número de doses que o ministério comprou para este ano sobe para 36 milhões e meio. No ano passado, foram 16 milhões de doses de vacina.

O ministério investiga a possibilidade de que o surto de febre amarela seja consequência do desabamento da barragem da mineradora Samarco, em 2015, que alterou de forma trágica o meio ambiente ao longo do Rio Doce. A mineradora descarta essa possibilidade.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui