Homem é assassinado a facadas na Praça do Povo em João Monlevade

A vítima foi golpeada duas vezes e morreu no local. A Polícia Civil vai investigar o caso

Um homem, de 36 anos, foi morto a facadas no início da tarde deste sábado (02) em João Monlevade.

O crime foi registrado por volta das 13h na Praça do Povo, que fica no Bairro Carnerinhos, área central da cidade.

Anúncios
Continue lendo após o anúncio

Jeferson Adriano Santos Macieira, 36, “Jefinho”, foi atingido no tórax e na barriga durante uma discussão. Após ser golpeado duas vezes a vítima caiu e morreu no local.

Após o crime o autor fugiu e até o momento não foi localizado.

Mesmo com um número grande de pessoas na Praça em função de uma feira de produtores rurais, que acontece semanalmente no local, e um ponto de ônibus que fica bem em frente ao local e centenas de pessoas na rua, a Polícia Militar teve dificuldades em conseguir informações que pudessem ajudar a identificar o autor do crime. Com isso o rastreamento, pouco depois do homicídio, ficou prejudicado.

A suspeita é que o hippie, morador do Bairro Novo Cruzeiro, que também era visto com freqüência na praça fazendo artesanato, seja o autor do crime. Militares procuraram informações com moradores de rua que disseram que, na noite anterior o suspeito e a vítima teriam brigado e voltaram a se desentender novamente.  DSC_0616

O perito Rodrigo de Almeida Freimann, da Polícia Civil esteve no local e durante os trabalhos recolheu um canivete, com aproximadamente 8 centímetros de lâmina, uma carteira contendo documentos pessoais e uma pedra de crack, que esta escondida dentro da boca da vítima.

Após os trabalhos o corpo foi removido pelo rabecão da Polícia Civil e levado para o Instituto Médico Legal (IML), do cemitério do Bairro Baú.

Tentativa de homicídio

Em novembro do ano passado Jeferson Adriano sofreu uma tentativa de homicídio. Na ocasião ele foi baleado cinco vezes, dentro de um bar que fica na Rua Rodrigues Alves, no Bairro República. A suspeita é que o crime esteja relacionado ao tráfico de drogas.

 

 

Anúncios
Publicidade

4 COMENTÁRIOS

  1. Incrivel nesse epiodio como depois de meia hora ou mais do ocorrido, ainda nao havia aparecido nenhuma viatura da policia no local, e olha que na mesma avenida la no inicio e onde se agrupa a pm da cidade. Patetico viu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui