O corpo de um homem, identificado como C.J.A de 43 anos, foi encontrado nesta terça-feira (3) em estado avançado de decomposição dentro de uma pequena lagoa no Povoado Gravatá, Zona Rural da cidade de Alvinópolis.

Uma testemunha foi quem encontrou o corpo e acionou a Polícia Militar. Segundo ela teria ido ao local mostrar a propriedade, que pertence a seus pais, para um interessado com a finalidade de arrendá-la. Durante o retorno, ao aproximarem da porteira de saída do imóvel, sentiram um mau cheiro. Procuraram e depararam com um corpo, não sendo possível identificá-lo naquele momento.

O local foi isolado até a chegada da Perícia Técnica da Polícia Civil. Durante os trabalhos, segundo a perícia, não foi possível identificar a vítima e nem a causa da morte, mas que ele estaria morto a pelo menos três dias. Após os trabalhos o corpo foi removido ao Instituto Médico Legal (IML), do Cemitério do Baú.

Segundo a polícia, durante os levantamentos, foi apurado que no local estava residindo um cidadão conhecido como “Bendeco”, e que há dias não era visto na comunidade. Militares foram até a casa de familiares dele, que após verem as fotos do corpo, reconheceram como sendo seu pai.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui