Homem morre após ser baleado em operação policial em Rio Piracicaba

O suspeito teria descido do veículo já de arma em punho, segundo a polícia.

Um homem morreu depois de ser baleado em Rio Piracicaba, por volta das 11h, após o carro em que ele estava ser parado por uma equipe da Polícia Militar Rodoviária, que realizava uma blitz da “Operação Rota Segura”, na MG-123, no Bairro de Bicas.

Segundo informações, os militares deram ordem de parada a um veículo Gol com três ocupantes. Os homens teriam demonstrado nervosismo e um deles, que estava no banco traseiro, teria descido do carro e sacado uma arma de fogo, gritado “perdeu perdeu”. O militar então teria se atracado com ele para evitar que utilizasse a arma contra a equipe. O suspeito chegou a efetuar um tiro, mas a munição picotou (falhou). O outro militar interviu determinando que ele soltasse a arma, e para resguardar a sua segurança e de seu parceiro, efetuou um disparo que atingiu o ombro do suspeito. Ele não resistiu e morreu no local.

Major Ednilson em entrevista ao site O Popular

Em entrevista ao site O Popular, o major Ednilson Caldeira, comandante da Polícia Militar Rodoviária disse que o indivíduo que veio a óbito havia deixado a prisão na saída de final de ano e não retornado. Ele tinha várias passagens pela polícia e era considerado foragido. Disse ainda que os dois outros ocupantes do veículo alegaram que não sabiam porque ele estava armado e nem entenderam sua reação.

A arma usada pelo autor, um revólver calibre 38, com cinco munições, sendo uma delas picotada, foi apreendida.

Militares de João Monlevade compareceram ao local em apoio.

A Perícia Técnica da Polícia Civil foi acionada e após colher informações, liberou o corpo que foi levado para o Instituto Médico Legal (IML), em João Monlevade.

Os outros dois homens foram presos.

* Texto atualizado às 17h30 para acréscimo de informações.

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui