O homem disse que não se lembrava de nada que havia ocorrido no hospital

Um homem de 46 anos foi preso pela Polícia Militar no início da tarde desta sexta-feira (14), após danificar diversos aparelhos hospitalares e eletrônicos do Hospital São Sebastião, no Centro da cidade de Dionísio. O crime ocorreu durante a madrugada  e  segundo informações da Polícia Militar, o autor teria “surtado” após receber a notícia de que a mãe dele havia falecido dentro da unidade.

Ainda de acordo com a Polícia Militar, inconformado com a notícia, o autor começou a quebrar os equipamentos da sala de emergência do hospital. Foram danificados desfibrilador, aparelho de eletrocardiograma, máquina de ponto, balão de oxigênio, portas de vidros e madeira, e tomadas.

Testemunhas contaram aos policiais que o homem ameaçou a enfermeira, e em seguida fugiu.

Durante rastreamento, militares de Dionísio localizou e prendeu o homem próximo de João Monlevade. Ele recebeu voz de prisão em flagrante e foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil da Cidade.

A reportagem conversou com o autor que disse apenas que foi ao hospital, e lá recebeu a notícia da morte da mãe. Sobre a quebradeira na unidade hospitalar e as ameaças, ele disse não se lembrar de nada. Falando com certa dificuldade, ele disse ter feito uso de medicamentos controlados (calmantes) e não conseguia explicar com clareza o que havia acontecido.

A direção do hospital que informou que a mãe do autor, uma senhora de aproximadamente 85 anos, chegou à unidade já sem vida. Os médicos tentaram reanimá-la, porém, a idosa teria dado uma parada respiratória.

O hospital permanece fechado guardando a conclusão do laudo pericial e a recuperação dos materiais danificados. Enquanto isso, os pacientes de urgência e emergência deverão ser atendidos em outras unidades da região.

 

 

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui