Homicídio que vitimou farmacêutica em Manhuaçu é solucionado pela PCMG

A Polícia Civil de Minas Gerais, nesta quinta-feira (4), deu cumprimento ao mandado de prisão preventiva contra Albino Lino Vieira, apontado como suspeito do homicídio qualificado que vitimou a farmacêutica Joana Soares Benfica.

O crime ocorreu no dia 2 de janeiro deste ano, na Rua Padre Fortunato de Carvalho, bairro Santo Antônio, em Manhuaçu. Segundo investigações, a vítima mantinha um relacionamento amoroso com o investigado, o qual era seu cunhado, que teria agido motivado por ciúmes.

A vítima foi encontrada no dia seguinte ao crime, na sua própria residência, com várias lesões provocadas por instrumento pérfuro-cortante. O preso estava acompanhado de seus advogados e manifestou interesse em prestar seu depoimento em juízo. Ele foi encaminhado ao sistema prisional e está à disposição da Justiça.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui