O Hospital Margarida agradece à ArcelorMittal, a importante parceria que, ao longo de quatro meses, foi fundamental para a implantação da ala dedicada à Covid 19. A empresa arcou com as despesas de pagamento de profissionais, montagem, estrutura e manutenção do espaço, além de dobrar a capacidade de atendimento do Centro de Terapia Intensiva.
Devido a essa ajuda, João Monlevade se tornou referência regional para o combate à doença. No local, entre os meses de maio e agosto, ficaram internados ou receberam tratamento, pacientes de Joao Monlevade e das cidades de Bela Vista de Minas, Nova Era, São Domingos do Prata e Rio Piracicaba. “Nosso reconhecimento à ArcelorMittal vem com toda a gratidão por darem o suporte necessário a essa estrutura. No ano em que a unidade local completou 85 anos, a comunidade foi quem ganhou um grande presente, afirma o provedor da casa de saúde, José Alberto Grijó.

Conforme anunciado anteriormente, a parceria entre o Hospital Margarida e a empresa, foi finalizada no último dia de agosto. Porém, desde que assinou o convênio, a diretoria da Casa de Saúde buscou alternativas para continuar oferecendo os serviços para a população. Assim, o Hospital Margarida conseguiu ajuda da Prefeitura de João Monlevade e do Governo Federal Até o último dia 4, foram feitos 1227 atendimentos no ambulatório e 86 pacientes ficaram internados. Desses, 40 foram confirmados com o coronavírus e o Margarida registrou oito óbitos.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui