Devido ao aumento no número pessoas que buscam atendimento no Hospital Margarida, a direção emitiu uma nota no final da tarde de ontem (22), para orientar e pedir a população leve apenas um acompanhante ao buscar atendimento na casa de saúde, para evitar aglomeração.

Confira abaixo, na íntegra, a nota enviada à imprensa.

“O Hospital Margarida segue a sua missão de manutenção da vida alinhado com os princípios científicos que norteiam a prática médica. Entende que o momento pandêmico é delicado o que resulta uma busca incessante pelos serviços de saúde. Como já divulgado e orientado anteriormente, as atividades de Pronto-socorro do Hospital Margarida trabalham para o atendimento de urgências e emergências.

Como noticiado na imprensa nacional não só o Hospital Margarida como centenas de instituições pelo país enfrentam a superlotação em suas unidades, o que pode gerar lentidão no atendimento. Reforçamos que os atendimentos em nosso Pronto-socorro seguem a Classificação de Manchester, que determina o nível de urgência do paciente, e de acordo com o mesmo, pacientes classificados em vermelho, amarelo e laranja tem prioridade. O hospital tem recebido um número maior de pacientes, classificados em urgência e que necessitam do atendimento imediato, em virtude dessa demanda, pacientes sem risco precisam aguardar um tempo a mais pelo atendimento.

Em parceria com a Prefeitura o Hospital tem trabalhado para melhoria do atendimento visto que a maior parte da demanda são de baixa complexidade. Pautados pelas orientações em relação ao Covid, no que diz respeito a aglomeração, solicitamos ainda que, ao se dirigir para o hospital que venham apenas com um acompanhante, isso evita superlotação e risco para a saúde. Continue se cuidando, agindo de forma consciente, mantendo todas as medidas, você não adoece e ajuda o hospital”.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui