Ronaldo Magalhães busca recurso estadual para o Hospital Municipal Carlos Chagas

O prefeito de Itabira Ronaldo Magalhães esteve em Belo Horizonte nesta tarde (13), na Cidade Administrativa, para uma reunião com Adriana Araújo Ramos, subsecretária de estado de Inovação e Logística em Saúde, em busca de recursos para o Hospital Municipal Carlos Chagas (HMCC). Em seguida, foi empossado pelo governador Fernando Pimentel como prefeito suplente integrante do Colegiado Executivo dos Fóruns Regionais de Governo.

No edifício Minas, o prefeito se reuniu com a subsecretária de estado Adriana Ramos, em companhia do chefe de gabinete, Gustavo Milânio e da secretária municipal de Saúde, Rosana Linhares para discutir a inserção do HMCC no Programa de Fortalecimento e Melhoria da Qualidade dos Hospitais SUS/MG (Pro-Hosp).

De acordo com a secretária Rosana Linhares, o município encaminhou uma solicitação para inserir o hospital no Pro-Hosp Gestão Compartilhada, que tem como objetivo reduzir os vazios assistenciais e o déficit de leitos hospitalares. “É um programa relativamente novo do Estado para os hospitais que são 100% SUS (Sistema Único de Saúde), municipais, com mais de 50 leitos e com UTI (Unidade de Tratamento Intensivo). Enfim, que atendem a diversos critérios”.

Rosana Linhares explicou também, que o Estado pretende alterar esse modelo de financiamento no próximo mês de maio. “Nossa documentação está encaminhada e, mesmo com essa possível alteração em estudo, o prefeito já conversou com o secretário de estado de Saúde e o nosso pedido será apreciado. Estamos buscando recursos para uma unidade de saúde que não conta com nenhum recurso além do municipal”, concluiu Rosana.

Já no auditório JK, da Cidade Administrativa, o prefeito Ronaldo Magalhães e o presidente da Câmara de Itabira, vereador Neidson Freitas, tomaram posse como representantes do Território Metropolitano nos fóruns regionais. Ronaldo Magalhães como suplente do executivo e Neidson Freitas, representante do legislativo.

De acordo com o governador Fernando Pimentel, o programa tem como objetivo atender a todas as regiões de Minas Gerais. “É um modelo muito simples que só quer enxergar Minas do jeito que ela é. Cada região é de um jeito, tem sua cultura, suas peculiaridades e suas dificuldades. Portanto, temos que escutar as pessoas para conseguir levar serviços de qualidade e solucionar os problemas de cada um”, explicou o governador.

Balanço

Segundo informações do governo estadual, entre as ações realizadas, são destaques a entrega de diversos veículos para a saúde, educação e segurança pública, além de obras de saneamento, ligação de energia elétrica e asfaltamento de estradas. Mais de 25 mil pessoas já compareceram aos fóruns regionais, tendo registradas 12.689 demandas, nos 17 territórios de desenvolvimento.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui