Inquérito sobre o assassinato do sargento Célio será concluído na semana que vem

Na próxima semana será remetido à Justiça, o inquérito policial sobre o assassinato do sargento da Polícia Militar, Célio Ferreira. O policial foi morto dentro de um barraco, no bairro São João, em João Monlevade, no dia 27 de setembro. Ele foi atraído ao local em uma emboscada.

O delegado chefe da 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil, Paulo Tavares (foto), foi quem informou sobre a conclusão do inquérito. Na manhã dessa quarta-feira (16), para a reportagem do site O Popular, o policial pontuou o cumprimento dos prazos legais para a finalização da investigação. “Estamos trabalhando há mais de 15 dias nos fatos para tentar resolver isso o mais rápido possível e concluir o inquérito. Na semana que vem o processo estará no Fórum”, pontuou.

Publicidade

Na semana passada, em entrevista coletiva, o delegado Paulo Tavares havia adiantado que o assassinato do sargento Célio Ferreira foi minuciosamente planejado por traficantes do bairro São João. O autor dos disparos obedeceu ao chefe da “Gangue do Lucas”. A intenção deles era matar um policial militar. Como o sargento Célio foi quem atendeu a uma suposta denúncia de ameaça, ele foi o alvo escolhido pelo bando. Clique aqui e leia mais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui